Acupuntura


A Acupuntura é o recurso terapêutico da medicina chinesa tradicional mais conhecido no ocidente é o meio pelo qual , mediante a inserção de agulhas promove-se a harmonização do organismo atingindo assim o tratamento das doenças.

Esta ciência surgiu na China em plena Idade da Pedra, isto é, há aproximadamente 4.500 anos. No entanto, apesar de sua antigüidade, continua evoluindo como toda área médica. Com o avanço tecnológico, outros instrumentos e técnicas como a eletroestimulação e o raio laser contribuem para o contínuo progresso dessa técnica milenar.

As recentes pesquisas científicas muito têm contribuído para uma maior compreensão da Acupuntura. Além dos conceitos já bem conhecidos, existem mecanismos neurológicos, neuroendocrinológicos e imunológico. Como já foi dito, apesar de ser uma ciência antiga, continua sendo um campo aberto à pesquisa médica tanto no oriente como no ocidente, se pesquisarmos o verbete Acupuntura no medline (site de busca de pesquisas na área de saúde) encontraremos 13282 trabalhos estudando acupuntura. Assim, ao longo dos anos, tem havido muita inovação relacionada com seus princípios, técnicas, indicações e resultados.

De acordo com a teoria da Medicina Tradicional Chinesa aplicada a Acupuntura, todas as estruturas do organismo se encontram originalmente em equilíbrio pela atuação das energias Yin (negativas) e Yang (positivas). Por exemplo: pelo princípio de Yin e Yang podem-se explicar os fenômenos que ocorrem nos órgãos pelos conceitos de superficial e profundo, de excesso e deficiência, de calor e frio. Desse modo, se as energias Yin e Yang estiverem em perfeita harmonia, o organismo, certa mente, estará com saúde. Por outro lado, um desequilíbrio gerará a doença. A arte da Acupuntura sob a óptica da medicina tradicional chinesa visa, por meio de sua técnica e procedimentos, a estimular os pontos reflexos que tenham a propriedade de restabelecer o equiíbrio do organismo, alcançando-se, assim, a homeostase e a saúde.

Vantagens e Desvantagens

Podemos citar os seguintes tópicos como sendo os mais indicativos no que se refere à qualidade da Acupuntura:

  • 1 - Inúmeras possibilidades de aplicação.
    É útil em qualquer doença, não importando sua localização, oferecendo auxilio em todas as faixas etárias e gênero, podendo ainda ser facilmente associada a outras modalidades terapêuticas. Com os estudos médico-científicos cada vez mais a antiga teoria da Medicina Tradicional Chinesa tem sido validada, reformulada e aperfeiçoada.

  • 2 - Diminuição do uso de medicamentos.
    A Acupuntura regula o equilíbrio do organismo, melhorando a saúde; por isso, reduz ao mínimo a necessidade de drogas e aumenta a eficácia terapêutica.

  • 3 - Segurança no tratamento.
    A Acupuntura é uma prática extremamente segura, exigindo apenas uma eficiente esterilização das agulhas e um bom nível técnico do terapeuta.

  • 4 - É método auxiliar no diagnóstico.
    Muitas doenças são difíceis de diagnosticar. A sensação proveniente da aplicação das agulhas pode denotar alterações neurológicas. A localização do processo patológico pode também ser indicada pela resposta à estimulação de determinados pontos, o que auxilia o diagnóstico.

  • 5 - O aspecto desfavorável.
    O temor despertado pelas agulhas. Por isso, muitos outros métodos de estimulação têm sido desenvolvidos na esperança de substituir as agulhas, o laser é uma opção as agulhas.

  • A acupuntura no contexto ocidental é um ato médico, e por esse profissional deve ser exercida. O tratamento por acupuntura não se resume a habilidosa aplicação manual de agulhas, mas principalmente a correta avaliação médica do doente, que permitirá a formulação do adequado diagnóstico e proposta terapêutica que podem ou não utilizar a acupuntura.

    A acupuntura é um método terapêutico milenar nascido na China e que no século XXI está plenamente integrado a medicina ocidental representando um dos métodos mais modernos para o tratamento de doenças da nossa sociedade.