Pubalgia


Pubalgia do atleta ou hérnia do esporte, afeta pessoas ativamente engajadas em atividades esportivas. Inicialmente descrita em atletas de alta performance, pode ocorrer em praticantes não profissionais. O quadro clínico é de dor na região inguinal aumentada pela atividade física (chutar, arrancar, pular) e aliviada pelo repouso, acomete principalmente atletas masculinos. A dor se manifesta como um ponto tenso e doloroso sobre o pubis na inserção do músculo do abdome. Alguns pacientes referem dor sobre o músculo adutor longo da coxa (face interna da coxa).

O diagnóstico se faz com história e exame físico do paciente, sendo obrigatório exclusão de outras causas de dor na região como as causadas por prostatite, hidrocele, hérnia inguinal, bursites e doenças ginecológicas em mulheres. Exames de imagem como tomografia computadorizada e ressonãncia magnética podem auxiliar ao diagnóstico.

O tratamento inicialmente envolve analgésicos e terapia física, podendo ser utilizado acupuntura e bloqueios anestésicos. Os pacientes refratários ao tratamento clínico podem se benificiar de intervenção cirúrgica.

Referências Bibliográficas
  • 1 - J Orthop Sports Phys Ther. 2008 Dec;38(12):768-81.

  • 2 - Proposed algorithm for the management of athletes with athletic pubalgia (sports hernia): a case series.

  • 3 - Kachingwe AF, Grech S.

  • 4 - Ann Plast Surg. 2005 Oct;55(4):393-6.

  • 5 - Athletic pubalgia: definition and surgical treatment.

  • 6 - Ahumada LA, Ashruf S, Espinosa-de-los-Monteros A, Long JN, de la Torre JI, Garth WP, Vasconez LO.